Nando Reis lança EP em parceria inédita com o filho Sebastião, gravado na pandemia

Um dos cinco filhos de Nando Reis ficou conhecido e foi celebrado pelos fãs do ex-Titãs ainda criança: a música “O mundo é bão, Sebastião!” foi composta em sua homenagem, quando ele tinha 6 anos. Hoje, aos 25, o rapaz concilia a carreira de músico com a de modelo e, depois de lançar um álbum com o irmão mais velho, Theo Reis — com quem formou a banda de rock Dois Reis —, vira parceiro do pai em “Nando e Sebastião”. O EP chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (7), com seis faixas produzidas no período da pandemia.

— Está sendo um dos momentos mais especiais da minha vida, por poder contribuir com o que aprendi com ele, na discografia dele. É um rito de passagem, marcante — afirma o jovem.


Para Nando, gravar com o herdeiro também é um “divisor de águas na relação” dos dois:

— É uma realização pessoal inigualável, que resultou num disco lindo, revitalizante e cheio de amor.

Com “Nando e Sebastião” — produzido por Felipe Cambraia, Sebastião Reis e Alexandre Fontanetti, e gravado no Space Blues Studio, em São Paulo —, temas como isolamento, medo, reflexões sobre a vida e a morte, conturbações políticas e estranhezas múltiplas ganham tons poeticamente elaborados no violão e na voz do músico paulistano.

O EP traz novas versões arranjadas de canções que não são tão recorrentes nos shows do músico, como “Eles sabem” (de “Para quando o arco-íris encontrar o pote de ouro”, 2000) e “A minha gratidão é uma pessoa” (de “Infernal”, 2001). Esta, com os backing vocals de Pedro Lipa, vocalista da banda Colomy.


“Resposta”, com o mandolim tocado por Alexandre Fontanetti, tem a abertura de voz feita por Sebastião Reis e o arranjo assentado sobre uma progressão rítmica de dedilhados criados por ele.


“Cegos do castelo” tem solo de violão destacado, e Sebastião divide os vocais com Nando. “Para luzir o dia” também traz os vocais do outro filho de Nando, Theo. E, para arrematar, “Luz antiga” conta com intervenções pontuais dos violões de Sebastião.

— O EP funciona como antídoto para esses tempos sórdidos e esse esgoto fétido que se tornou o Brasil nas mãos dessa gente desprezível — dispara Nando.


https://extra.globo.com/tv-e-lazer/musica/nando-reis-lanca-ep-em-parceria-inedita-com-filho-sebastiao-gravado-na-pandemia-antidoto-para-esses-tempos-sordidos-25006693.html



Ouça o EP:




TOP POSTS